Eu te via noutro tom, era um azul anil tão suave que os pássaros sempre cantavam ao alvoroçar e partir. Eu te via amplo, claro, iluminado. Eu sorria quando ouvia a tua voz sussurrar nos meus ouvidos, as ideias eram claras em minha mente e o futuro uma imagem linda perfeitamente nítida em alta resolução. É incrível como uma única atitude sua pôde ser tão devastadora, capaz de escurecer o mundo e torcer completamente meu angulo de visão. De repente somos acometidos pela miopia, febre alta, tremura e desatino mental. Por muito pouco, você deixou que a sua arrogância e falta de noção acabassem com a única coisa capaz de suprir a sua dor.”
— Elisa Bartlett.  (via quero-sentir-voce)
THEME